“Horror, horror, horror” – comenta membro da CJP-DF sobre relatório da CPI da Pandemia

CPI da Pandemia vota crimes de Bolsonaro só na terça-feira (26)

 em 

Após leitura de Relatório Final, nesta quarta-feira (20), em que foram atribuídos nove delitos ao presidente Jair Bolsonaro, senadores deverão votar crimes na terça-feira (26)

(…) Ao tomar conhecimento de partes do relatório, o jurista e professor do Departamento de Direito da Universidade de Brasília (UnB), José Geraldo de Sousa Junior, comentou o impacto que teve diante dos crimes apontados pelo relatório.

“Horror, horror, horror! A divulgação do Relatório da CPI da Covid-19, se a leitura mantiver o que foi hoje divulgado, estampa o paroxismo de uma gestão de morte. O que intuíamos e já vislumbrávamos pelos inúmeros pedidos de impeachment, ações subsidiárias e representações escancara uma gestão que o relator não hesita designar como genocida. A estatística deixa de camuflar uma realidade dramática dolosamente letal para as pessoas, as famílias e a comunidade. As indicações de indiciamento num catálogo sem precedentes de fatos típicos em todas as esferas de responsabilidade, que alcançam o Presidente da República e sua equipe próxima, chegam a ser mais terríveis até dos que são praticados em tempos de guerra, e mesmo assim, limitados pelos imperativos do direito humanitário. É mais que a fumaça de lesão aos direitos. As conclusões do Relatório requerem ação responsabilizadora a cargo das autoridades competentes, nos planos nacional e da jurisdição internacional. Horror, horror, horror!”

Leia a matéria na íntegra: https://www.brasilpopular.com/cpi-da-pandemia-vota-crimes-de-bolsonaro-so-na-terca-feira-26/

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.