A Comissão Justiça e Paz de Brasília realizou no último dia 4 mais uma Conversa de Justiça e Paz com o tema “A Dimensão Social da Fé no Atual Contexto Histórico”. A Conversa aconteceu, como sempre,  no Auditório Dom José Freire Falcão, na Cúria Metropolitana (Anexo da Catedral), teve como convidados a professora Therezinha Motta Lima da Cruz que é professora aposentada da rede pública do Rio de Janeiro; trabalhou como supervisora de Ensino Religioso; foi assessora da Dimensão Bíblico Catequética da CNBB de 1992 a 1996; atualmente trabalha com trabalha ecumenismo e ocupa o cargo de segundo vice-presidente do CONIC; e o Professor Doutor Guilherme Delgado, pesquisador aposentado do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA; foi membro da Comissão Brasileira Justiça e Paz e tem experiência na área de Economia, atuando principalmente nos seguintes temas: agricultura, política agrícola, política social, previdência social e previdência rural.   Therezinha Cruz abordou as novidades da exortação apostólica “Alegrai-vos e Exultai” a partir da bíblia, fundamentando o compromisso social que decorre da fé em Jesus Cristo, fazendo com os presentes a experiência de Emaús: “não ardia o nosso coração quando Ele nos explicava as escrituras?”. Foi veemente o convite que Therezinha nos fez para escutar as inquietantes questões que as crianças fazem perguntando sobre as incoerências de nossa lógica social e a exigência de justiça que brota do Evangelho. Foi quase um retiro.

Guilherme Delgado, por sua vez, fez sua abordagem em quatro partes, baseando-se no Documento da Santa Sé “Considerações éticas sobre Economia e Finanças” elaborado pelo Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral e a Comissão para Doutrina da Fé, acolhido pelo papa Francisco, que questiona profundamente as bases da economia global atual que se move pela idolatria do dinheiro. A situação do “apagão dos combustíveis” foi, infelizmente, um exemplo de como os interesses rentistas e financeiros internacionais se colocam acima do bem comum e da vida da classe trabalhadora e dos povos de uma nação.

O evento, como de costume, foi gravado e será transmitido na programação da TV Comunitária, Canal 12, da NET e foi transmitido pela Internet, no sitio da CJP. Por Comissão Justiça e Paz Assista a Conversa na íntegra: